segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Bolsas sobem com anúncio do Google e expectativa sobre Europa


As Bolsas de Valores começaram a semana em alta ao redor do mundo, impulsionadas por notícias sobre negócios e pela esperança dos investidores de que os políticos europeus anunciarão novas soluções para a crise da dívida na região.
Às 12h48, o Ibovespa, principal termômetro dos negócios da Bolsa paulista, tinha valorização de 2,13%, aos 54.611 pontos. Nos EUA, o Dow Jones sobe 0,93%.
No mesmo horário, o dólar comercial era negociado por R$ 1,594, em queda de 1,05%. A taxa de risco-país marca 201 pontos, com queda de 4,28% ante a pontuação anterior.
O Google anunciou hoje que vai comprar a Motorola Mobility, segmento de smartphones, tablets e acessórios da empresa, por cerca de US$ 12,5 bilhões em dinheiro em uma estratégia para impulsionar o uso de seu sistema operacional Android.
O Google vai pagar US$ 40 por ação da Motorola, um ágio de 63% sobre o valor de fechamento da ação da fabricante de celulares na sexta-feira passada em Nova York.
Com o anúncio, as ações da Motorola dispararam no mercado norte-americano, subindo 57%, para US$ 38,40.
Além disso, a Time Warner anunciou que vai comprar a operadora de TV a cabo Insight Communications do Carlyle Group por US$ 3 bilhões em dinheiro.
Na Europa, um encontro entre o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel, na terça-feira traz esperança aos investidores de novas iniciativas necessárias para recuperar a confiança no crédito e outros mercados.
A alta nas Bolsas europeias e outros ativos como o euro apoia a visão. "Eu vejo a força do euro como um sinal de alívio [nos mercados]", afirmou Doug Cliggott, diretor do Credit Suisse nos EUA, à Reuters.
Ainda hoje, o BCE (Banco Central Europeu) comprou a quantia recorde de 22 bilhões de euros (R$ 50,9 bilhões) em títulos da dívida soberana de países da zona do euro. O órgão não especificou os países dos quais adquiriu os bônus, mas a lista incluiria Espanha, Itália, Portugal e Irlanda.
O banco decidiu intervir na semana passada no mercado secundário da dívida pública da zona do euro, depois de passar 19 semanas consecutivas sem intervir.
O BCE não especifica de quais países comprou os títulos, mas já informara em 7 de agosto que iria adquirir os títulos da Espanha e Itália, após ataques especulativos que ampliaram temores da quebra da terceira e quarta maiores economias da zona do euro. Operadores dos mercados dizem que o BCE comprou ainda títulos de Portugal e Irlanda.
Em Paris, o índice o CAC-40 registrava alta de 0,78%. Em Londres, o índice FTSE operava em alta de 0,55%. Em Frankfurt, o índice DAX subia 0,62%.
DOMÉSTICO
No mercado doméstico, foi divulgado hoje pelo Banco Central o boletim Focus. O mercado reduziu levemente as previsões para este ano e para 2012 para a inflação oficial --o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).
A estimativa do IPCA para este ano foi reduzida de 6,28% na semana passada para 6,26% nesta semana. Para 2012, baixou de 5,27%, na semana passada, para 5,23% hoje.
A projeção para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) teve leve recuo de 3,94% para 3,93% para este ano, enquanto a previsão para 2012 permaneceu em 4%.

Fonte: Folha de SP


0 comentários:

Postar um comentário

VIDEOS

Loading...