Curiosidades e Palavras Edificante



 Aprendendo com as imagens postadas no FACEBOOK




  FÉ VIVA E FÉ MORTA, VAMOS ACORDAR IGREJA!
11-02-2014

18-02-2013: "Ore e não perca a fé. Deus chegará ao seu socorro. Ele mudará seu cativeiro!
Seja qual for a sua luta. não desanime! Perplexo sim, masddesanimado não!"
Dia 282- (Silas Malafaia)

 

O motivo do bocejo

É possível uma pessoa bocejar enquanto dorme? Por que o bocejo ocorre? Segundo Matthew R. Ebben, diretor de operações laboratoriais do Center for Sleep Medicine, no NewYork-Presbyterian Hospital/Weill Cornell Medical Center, o bocejo é certamente menos comum durante o sono, mas já foram documentados casos assim.
Quanto ao motivo do bocejo em si, “ele não é inteiramente conhecido”, disse Ebben. “Porém, os dados mais recentes sugerem que ele seja parte de uma reação termorregulatória para ajudar a resfriar o cérebro ao desviar sangue aos músculos faciais, que agem como radiadores e descarregam calor pelo sangue redirecionado”.
Num estudo de caso publicado em 2010 na revista 'Sleep Breath’, foram estudadas duas mulheres com surtos crônicos e debilitantes de bocejos. Mesmo dormindo adequadamente, elas sofriam ataques diurnos frequentes, tão intensos que chegavam a causar lacrimação e coriza.
As duas mulheres descobriram que podiam aliviar ou adiar os sintomas realizando respiração nasal ou aplicando panos frios na testa. Uma mulher descobriu ser possível parar um ataque tomando um banho frio, ou nadando em água fria. A outra mulher descobriu que, após seus ataques, experimentava uma queda de meio grau na temperatura oral.
Segundo os pesquisadores, os resultados foram consistentes com evidências vinculando o excesso de bocejos a desequilíbrios de temperatura, em vez dos níveis de oxigênio e dióxido de carbono no sangue ou algum tipo de distúrbio do sono.

Fonte: The New York Times News Service/Syndicate - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito do The New York Times.

Volta

Leonardo Gonçalves

Desde quando eu era criança ouvi falar de um Deus
Que abriu o mar vermelho, lutava pelos seus
Contra feras e gigantes, reinos e nações
E eu me encantava cantando suas canções
Mais o tempo foi passando e eu não quis ouvir
Preferi seguir meus rumos, tentei de Deus fugir
Mas no final do meu caminho não conseguia mais andar,
Eu senti a sua presença convidando-me a voltar

Senhor, quero me entregar,
Nos teus caminhos quero andar
E segurar a tua mão, e receber o teu perdão
E quero ser a voz que ouvia em minha infância
E vou cantar que não há distância que te possa afastar

E pra quem estiver cansado, sofrer de solidão
Pra tua vida fracassada meu Deus é solução
Pois deixou as suas ovelhas para vir te procurar
E se sentes sua presença porque hoje não cantar?

Senhor, quero me entregar,
Nos teus caminhos quero andar
E segurar a Tua mão, e receber o Teu perdão
E quero ser a voz que ouvia em minha infância
E vou cantar que não há distância
Que te possa afastar

Senhor, quero me entregar,
Nos Teus caminhos quero andar
E segurar a Tua mão e receber o teu perdão
E quero ser a voz que ouvia em minha infância,
Que não importa a distância
Ele vai te alcançar

Composição : Leonardo Gonçalves / Heber Schünemann

 


 Palavra que edifica
Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.Rm 12.1-2

0 comentários:

Postar um comentário

VIDEOS

Loading...