quarta-feira, 16 de abril de 2014

Exército faz simulações na cidade de Marabá-PA, para missão de Paz no Haiti


Cerca de 900 militares participaram de treinamento para a missão de paz no Haiti em 21 oficinas realizadas simultaneamente em vários pontos da cidade, ante ontem segunda-feira (14). O estágio básico de operações de paz acontece durante toda a semana e inclui simulações de possíveis ocorrências ao longo da estadia do Exército no país estrangeiro.
Na Escola “Irmã Theodor” a, localizada no Bairro Liberdade, um grupo de militares realizou a simulação de segurança durante a chegada de uma autoridade, segurança em eleições e controle de distúrbios, como manifestações populares. Além disso, outras atividades envolvem situações de patrulha, exercícios de tiro e ações de assistência social.
“Estamos tentando simular tudo o que podemos encontrar no Haiti”, ressalta o capitão de corveta Carlos Eduardo Navazio, da Marinha. Na próxima semana, o 20º Batalhão Brasileiro que parte rumo ao Haiti vai passar por um período de reajustes e na última semana do mês de abril acontece o estágio avançado de operações de paz. “Seremos avaliados por um centro conjunto de operações de paz que vem diretamente do Rio de Janeiro”, acrescenta o capitão.
Participam do treinamento homens da Marinha, Força Aérea e militares de outros países, como Paraguai, Canadá e Bolívia. “A 23ª Brigada de Infantaria de Selva se sente honrada por ter a oportunidade de conduzir o preparo do 20º Batalhão Brasileiro que vai para o Haiti. Esse preparo começou desde o ano passado, quando recebemos a missão e começamos a fazer a seleção do pessoal”, afirma o comandante da 23ª Brigada, general Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira.
A seleção agregou, entre outras etapas, entrevistas psicológicas e testes físicos. “Temos o que há de melhor em toda a nossa Brigada e nos pelotões que vieram de outras unidades”, assegura o general Theophilo. No domingo (13), os militares que farão parte da missão estiveram na Formatura de Apronto Operacional, concluindo a fase de concentração. “O que esperamos é que o 20º contingente saia do Haiti, em dezembro deste ano, com a missão completamente cumprida, deixando a melhor imagem possível entre a população haitiana”, finaliza o comandante da Brigada. (Esaú Moraes)

Fonte: http://www.ctonline.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

VIDEOS

Loading...