sábado, 18 de junho de 2011

Trem da Vale descarrila em São Pedro da Água Branca- MA



Ás 14h10min. do dia 08/06, Dois vagões contendo biodiesel, do trem da Vale que percorre a Estrada de Ferro Carajás, descarrilou no município de São Pedro da Água Branca, próximo a Imperatriz, na madrugada desta quarta-feira.
Não se sabe ainda a extensão e nem as causas do acidente. Uma equipe do Ibama de Imperatriz foi mandada ao local para fazer as primeiras investigações.
A Vale tenta abafar o caso. Normalmente nestes casos, a mineradora é multada e tem de fazer a compensação ambiental pelos danos causados.
Em Março, um barco-rebocador a serviço da Vale tombou no cais de Vitória do Mearim. No acidente, muito óleo foi derramado no Rio Mearim, que banha a cidade.
Uma barreira de contenção evitou que a poluição se alastrasse e prejudicasse até o abastecimento d’água do município.

Fonte: http://www.blogdodecio.com.br




Após a trem da vale sofrer um descarrilamento em São Pedro da Água branca a vale esconde o acidente e diz que o trem só não circulou por ''motivos operacionais''

 

 



A Vale divulgou nota à imprensa na tarde desta quarta-feira alegando que “por motivos operacionais”  seu trem de passageiros não circulará nesta quinta e sexta-feira. Pede a quem tenha comprado bilhete entre em contato pelo telefone 0800285700.
Tudo conversa fiada. A Vale esconde a verdade. O que aconteceu foi um acidente com trem que viaja pela Estrada de Ferro Carajás, em São Pedro da Àgua Branca, próximo a Imperatriz, conforme relatado em post abaixo.
Sete vagões carregados de biodesel descarrilaram derramando parte da carga. Técnicos da mineradora tentam consertar a ferrovia.
O Ibama, que mandou técnicos ao local, também não passa maiores informações do ocorrido. Sinal de que algo grave aconteceu.
Entenda o caso:
Dois vagões contendo biodiesel, do trem da Vale que percorre a Estrada de Ferro Carajás, descarrilou no município de São Pedro da Água Branca, próximo a Imperatriz, na madrugada desta quarta-feira. Não se sabe ainda a extensão e nem as causas do acidente. Uma equipe do Ibama de Imperatriz foi mandada ao local para fazer as primeiras investigações. A Vale tenta abafar o caso. Nornalmente nestes casos, a mineradora é multada e tem de fazer a compensação ambiental pelos danos causados.

Em março, um barco-rebocador a serviço da Vale tombou no cais de Vitória do Mearim. No acidente, muito óleo foi derramado no Rio Mearim, que banha a cidade.

Uma barreira de contenção evitou que a poluição se alastrasse e prejudicasse até o abastecimento d’água do município.
 

 Fonte:http://portalacailandia.blogspot.com

COMENTÁRIO DO BLOG NGN

Em São Pedro da Água Branca pouco se soube sobre o descarrilamento do Trem da Vale, o Blog NGN ficou sabendo pelo Secretário da SEMMA, e fomos solicitados para estar juntamente com ele registrando o fato ocorrido,

O Secretário, seu José de Ribamar, informou que esteve no local, mas não foi autorizada sua entrada sem um representante da empresa VALE.Logo ele entrou em contato com o representante da empresa no município de São Pedro, o qual disse que seria possível no momento que ele terminasse de prepara alguns documentos em respeito do acidente aos seus superiores e ainda falou que a SEMMA do Estado já estaria informada do acontecido juntamente com o IBAMA. Por volta de 14h40min, o Secretário nos procurou para estarmos juntos no registro do acidente, mas o representante logo após nos informou que não seria, mas possível, pois ele ainda não tinha terminado de preparar os documentos, e ele só estaria na cidade até aquele dia e voltaria na próxima semana, assim não foi possível o acesso ao local pela SEMMA de São Pedro da Água Branca.

O que pode ser percebido é que realmente a empresa VALE, está abafando o caso, pois o comentário é  que foi muito grave o acidente com o seu trem, pouco se sabe até o momento. Mas acontece é que eles estão dificultando a entrada de autoridades do município, mesmo que o IBAMA esteve no local é imprescindível que haja um representante do poder público do município de São Pedro e sejam informados, já que o ocorrido foi dentro do território municipal.

Isso é um descaso com a SEMMA de São Pedro, por isso esperamos que ela não desista de ter acesso a todos os documentos sobre o acidente e quais os impactos ambientais que a nossa região vai sofrer, quais as ações que a empresa VALE estará fazendo para minimiza-lo e a multa que ela sofrerá por esse desastre ambiental em São Pedro da Água Branca, para quem vai ser paga e quanto vai ser? Essa que é a questão, com que as autoridades e a empresa Vale estão preocupadas. Mas o principal é o impacto que isso irá gerar no meio ambiente, mas pra eles é o mínimo, o que importa é o dinheiro a ser repassado.


Fonte: Blog NGN
 

0 comentários:

Postar um comentário

VIDEOS

Loading...