quarta-feira, 26 de março de 2014

Tropas russas invadem a última embarcação leal a Kiev nas águas da Crimeia



Kiev, 25 abr (EFE).- Tropas russas atacaram nesta terça-feira o navio caça-minas 'Cherkassy', a último embarcação da Marinha ucraniana na Crimeia que não tinha se rendido à frota russa do Mar Negro.
Após duas horas de ataque, no qual se utilizaram armas de fogo e explosivos, os soldados russos conseguiram postar-se na cobertura do navio, informou Vladislav Selezniov, porta-voz do Ministério da Defesa da Ucrânia na Crimeia.
Segundo a fonte, os russos tentam agora chegar ao compartimento onde está entrincheirada a tripulação, que está composta por 61 pessoas, entre marinheiros e oficiais.
'A tripulação está entrincheirada dentro do navio com as escotilha fechadas hermeticamente', assegurou o marinheiro ucraniano Aleksandr Gutnik ao site do jornal 'Ukrainskaya Pravda'.
Com a ajuda de um navio rebocador, várias lanchas rápidas e dois helicópteros Mi-35, os russos cercaram o 'Cherkassy', que está bloqueado há três semanas no lago Donuzlav.
Segundo meios de comunicação ucranianos, durante o ataque foram ouvidas várias rajadas de disparos e explosões na embarcação, que não pode sair a mar aberto, já que a Marinha russa bloqueou a saída do lago ao afundar duas de suas embarcações.
O 'Cherkassy', que dispõe de canhões, peças de artilharia e metralhadoras, tinha repelido nos últimos dias vários tentativas de abordagem.
Nas últimas semanas as tropas russas controlaram mais de 200 unidades militares e quase todos os navios da Marinha ucraniana posicionados na Crimeia.
O ministro da Defesa ucraniano, Igor Teniukh, renunciou hoje após receber várias críticas por abandonar à própria sorte os militares ucranianos na Crimeia, muitos dos quais passaram ao lado russo.
O novo titular da pasta, Mikhail Koval, prometeu que os militares ucranianos que ainda permanecem no território retornarão à Ucrânia com suas armas no ombro e a bandeira nacional em riste.

Copyright (c) Agencia EFE, S.A. 2010, todos os direitos reservados
 Fonte:  http://noticias.br.msn.com

0 comentários:

Postar um comentário

VIDEOS

Loading...