terça-feira, 22 de março de 2011

O DIA MUNDIAL DA ÁGUA EM SÃO PEDRO DA AGUA BRANCA- MA, 22 DE MARÇO DE 2011


Autor da foto: desconhecido

Recebemos esse dia com muita tristeza pelo que observamos que a maioria da população no município não sabe dessa data, e esse dia está passando como fosse um dia qualquer nenhuma programação em prol desse bem natural que é essencial para toda humanidade, mesmo na situação que todos passam no município com a falta de água que todos os anos em certos períodos acontecem, hoje no dia que poderia ser usado para pedir soluções seja ela para a empresa fornecedora (caema) ou para o poder público, mas a população está de braços cruzados, mas não é sua culpa, pois a população é formada na maioria por pessoas humildes e a falta de conhecimento de seus direitos é um dos maiores obstáculos enfrentado neste município, mas aos que tem conhecimento esses, sim, tem culpa por não informar a população desse dia tão importante, que é de interesse de toda á população do município de São Pedro da Água Branca.
Caixa dágua da caema em São Pedro
Enquanto isso o abastecimento é precário, muitos moradores compram água mineral nos supermercados para beberem, por não terem certeza do tratamento e da qualidade da água que é distribuída pela empresa fornecedora no Maranhão, enquanto a maioria da população não pode fazer nada. Por serem de baixa renda não podem está gastando dinheiro com água, pois tem que se preocupar com o alimento de cada dia “Art. 2º - A água é a seiva do nosso planeta. Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.” Segundo esse artigo da Declaração Universal da Água, é direito de todos á água, será que este direito está sendo cumprido no município?
Córrego Denga
Segundo a Declaração no Art. 1º - A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos”. Todos são responsáveis pela forma que usa á água, do município em questão.
Será se está sendo usada de forma correta a água em São Pedro?
Córrego Água Branca
Será que está sendo preservados os mananciais, córregos, lagos, restingas e rios que fazem parte do território municipal?
Será que a população, poder público está dando á importância real á água de nossa região?
Essas questões têm que ser debatida pela população, empresa que abastece o município, poder público, e todas as
Região Lacustre na Vila São Raimundo (cabeça gorda)
classes
organizadas da cidade de São Pedro da Água Branca- MA, pois uma cidade que leva no nome ÁGUA BRANCA, não pode esquecer-se de um bem fundamental para a vida de todo ser da Terra, essa data deveria ser o segundo aniversário da cidade pela sua importância e por fazer parte no nome da cidade.


Autor: Blog NGN

Soluções:
  • *    Abastecimento de Água potável
São Pedro foi assegurado com recursos na ordem de R$ 694 mil para a construção de um sistema de abastecimento de água para a cidade de São Pedro da Água Branca.
Segundo o prefeito da cidade, serão construídos poços artesianos, reservatórios de água e encanamento para facilitar a distribuição do abastecimento de água nas casas.
“Foi com ajuda do Deputado Davi Alves Silva que conseguiu este recurso, os moradores sentirão de imediato os benefícios desse sistema. É melhoria para saúde, afinal diminui a incidência de doenças relacionadas à água. É mais conforto e bem-estar para a população”,  disparou Vanderlúcio Ribeiro.
O sistema de abastecimento de água atenderá aos loteamentos do programa Minha Casa, Minha Vida e ao povoado da Vila São Raimundo. Serão, ao todo, 500 pessoas beneficiadas.
Saiba mais:
Um Sistema de Abastecimento de Água caracteriza-se pela retirada da água da natureza, adequação de sua qualidade, transporte até os aglomerados humanos e fornecimento à população em quantidade compatível com suas necessidades. Um sistema de abastecimento de água pode ser concebido para atender a pequenos povoados ou a grandes cidades, variando nas características e no porte de suas instalações.
  • *    Esgotamento Sanitário
O Deputado Davi Alves conseguiu por meio de emenda individual a liberação de 1 milhão e quinhentos mil reais para obras de esgotamento sanitário no município de São Pedro da Água Branca. A obra beneficiará 80% da população e extinguirá o atual sistema de fossas sépticas, que além de contaminar os lençóis freáticos, representa um risco para a saúde pública.
Com o novo sistema de esgotamento sanitário, todos os dejetos serão canalizados até  uma estação de tratamento na qual serão tratados e em seguida devolvidos à natureza sem riscos para o meio ambiente.
De acordo com o Prefeito de São Pedro da Água Branca, essa obra será um marco na cidade e mostra o comprometimento de Davi Alves com a saúde da população.
De acordo com o Deputado, investir em saneamento é economizar em tratamentos de saúde, além de melhorar a qualidade de vida das pessoas. “Essa obra devolve a dignidade a muitos moradores que estavam em situação de risco e via suas crianças adoecerem, sem poder fazer nada”, comenta o Deputado.
Espero que isso aconteça logo, pois isso foi postado no site de Davi Alves Silva no dia 05 de Novembro de 2009 e 01 de Julho de 2010


Dia Mundial da Água: 22 de março de 2011
História do Dia Mundial da Água

O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.
Mas porque a ONU se preocupou com a água se sabemos que dois terços do planeta Terra é formados por este precioso líquido? A razão é que pouca quantidade, cerca de 0,008 %, do total da água do nosso planeta é potável (própria para o consumo). E como sabemos, grande parte das fontes desta água (rios, lagos e represas) esta sendo contaminada, poluída e degradada pela ação predatória do homem. Esta situação é preocupante, pois poderá faltar, num futuro próximo, água para o consumo de grande parte da população mundial. Pensando nisso, foi instituído o Dia Mundial da Água, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver tal problema.
No dia 22 de março de 1992, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água” (leia abaixo). Este texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.
“Mas como devemos comemorar esta importante data? Não só neste dia, mas também nos outros 364 dias do ano, precisamos tomar atitudes em nosso dia-a-dia que colaborem para a preservação e economia deste bem natural. Sugestões não faltam: não jogar lixo nos rios e lagos; economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, lavagem de louças etc); reutilizar a água em diversas situações; respeitar as regiões de mananciais e divulgar idéias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas”
Declaração Universal dos Direitos da Água de 22 de Março de 1922
Art. 1º - A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.

Art. 2º - A água é a seiva do nosso planeta. Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.

Art. 3º - Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água devem ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

Art. 4º - O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.

Art. 5º - A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.

Art. 6º - A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

Art. 7º - A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

Art. 8º - A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

Art. 9º - A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

Art. 10º - O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.
Fonte: http://www.suapesquisa.com







0 comentários:

Postar um comentário

VIDEOS

Loading...